28 de janeiro de 2021 Miguel Silva

O tamanho do mercado global de calçados foi avaliado em USD$ 365,5 bilhões em 2020 (R$ 1,9 trilhão) e está estimado em USD$ 530,3 bilhões em 2027 (R$ 2,9 trilhões) com um CAGR de 5,5% de 2020 a 2027 – segundo a Allied Market Research.

Levando em consideração de que o PIB mundial deverá crescer um CAGR de 3,0% de 2020 a 2027, podemos apostar em um crescimento real do setor calçadista global.

O segredo será sabermos aproveitar as oportunidades que se apresentarão nesta década, e conhecer as tendências do mercado, será o nome do jogo.

Com base nas informações disponibilizadas pela Allied Market Research e pela Statista, eu compilei os principais tópicos e tendências para estes próximos sete anos. Vamos a eles:

O segmento esportivo tenderá a testemunhar o crescimento mais rápido, registrando um CAGR de 6,3% durante o período previsto

Atualmente, um aumento na conscientização sobre a saúde é observado entre os indivíduos em todo o mundo, o que tem levado ao aumento do número de indivíduos visitando centros de fitness e realizando atividades de exercícios indoor e outdoor.

Isso, por sua vez, tem impulsionado a demanda por calçados esportivos em todas as faixas etárias. Além disso, indivíduos que trabalham optam por regimes de condicionamento físico, como natação e corrida, para se manterem saudáveis e ativos.

Isso criou uma demanda por calçados esportivos em todas as faixas etárias, aumentando o tamanho do mercado de calçados.

O segmento de canal de vendas online tenderá a testemunhar o crescimento mais rápido, registrando um CAGR de 8,3% durante o período de previsto

Além disso, um aumento foi testemunhado no número de usuários de vários sites de mídia social, juntamente com o aumento da penetração da Internet. Levando isso em consideração, a maioria dos principais players do mercado de calçados traça estratégias de promoção de seus produtos e serviços nessas plataformas de mídia social. O marketing de mídia social é uma das principais estratégias adotadas por várias empresas e setores, incluindo o mercado de produtos vestíveis, para transmitir a consciência sobre suas ofertas de produtos entre os clientes-alvo em canais de mídia social.

Assim, por meio da estratégia de marketing em mídias sociais, o mercado global de calçados vislumbra oportunidades críticas para ganhar força e, eventualmente, aumentar seu registro entre seus segmentos-alvo, o que também resulta no aumento da demanda do mercado de calçados.

A força da segmentação, do nicho e da especialização para o sucesso nas vendas de calçados nos próximos anos

Por canal de distribuição, o segmento de lojas especializadas liderou o mercado, em valor, em 2019, devido ao aumento da urbanização, aumento da população da classe trabalhadora e preços competitivos, que impulsionam a popularidade das lojas especializadas nos países desenvolvidos e em desenvolvimento regiões. Este é uma tendência que deverá se manter presente nos próximos 07 anos.

O aumento do consumo de calçados promovido pela maior participação das mulheres no mercado de trabalho

O aumento do número de mulheres trabalhadoras em todo o mundo aumentou a demanda por calçados modernos e elegantes, que podem ser usados para ocasiões formais e casuais. Além disso, o aumento da renda disponível está permitindo que os indivíduos gastem mais em bens de luxo, impulsionando o crescimento do mercado de calçados. A demanda por novos calçados, sapatos, slip-on e chinelos elegantes e modernos está crescendo continuamente, impulsionando assim o crescimento do mercado de calçados.

Dependendo do usuário final, o segmento feminino liderou em termos de participação de mercado em 2019 e deve manter seu domínio durante o período de previsão. Isso é atribuído ao número crescente de mulheres trabalhadoras em todo o mundo, o que alimenta a demanda por calçados da moda e estilosos, que podem ser usados ​​para ocasiões formais ou casuais. Além disso, o aumento da renda disponível está permitindo que as pessoas gastem mais com bens de luxo, impulsionando o crescimento do segmento de calçados femininos.

Com base no tipo, o segmento de não-atléticos liderou em termos de participação no mercado de calçados em 2019 e deve manter seu domínio durante o período de previsão. Isso é atribuído ao aumento do número de profissionais trabalhando, o que, por sua vez, impulsiona a demanda geral por calçados formais e casuais. Além disso, o aumento da consciência da moda entre as mulheres aumentou a demanda por calçados não-atléticos. O segmento de mercado de calçados não esportivos é dominado pela presença de uma ampla variedade de calçados, incluindo sandálias, saltos e cunhas.

O segmento de couro artificial e sintético deve testemunhar o crescimento mais rápido, registrando um CAGR de 6,3% durante o período previsto

Por material, o segmento não-couro liderou o mercado, em valor, em 2019. O calçado de couro artificial e sintético é o mais utilizado como calçado formal por homens, mulheres e crianças. Além disso, o aumento do uso de artificiais e sintéticos na fabricação de calçados esportivos, chinelos, calçados casuais, sandálias, tênis, chinelos e tamancos de borracha está impulsionando o crescimento do segmento de não-couro.

O segmento infantil deverá testemunhar o crescimento mais rápido, registrando um CAGR de 7,1% durante o período de previsão.

Segundo a ONU a população do planeta hoje é de 7.8 bilhões de pessoas. Até 2030 a projeção é de que cheguemos em 8.3 bilhões de pessoas.

Por mais óbvio que possa parecer, fica evidente que os calçados infantis serão muito demandados. O cuidado aqui é para se fazer a leitura correta. Por exemplo: enquanto a população do Brasil está envelhecendo, em outros países há uma taxa de nascimento sendo experimentada.

Este leitura precisa ser feita levando em consideração a pirâmide etária do Brasil, das Regiões para onde se vende os calçados. Talvez uma país do sul da América Latina, esteja em uma momento demográfico distinto de outro, e estar atendo a esta realidade, será decisivo quando for pensada a estratégia de mercado para os segmentos calçadistas adulto e infantil.

 Fonte: Allied Market Research.