11 de julho de 2020 Miguel Silva

M2000 – O Tênis Que Nos Fez Sonhar nos Anos 90

Os anos 90 abriram uma janela de criatividade para novos estilos, produtos e cores de calçados no Brasil. Se Bamba, Kichute e Conga eram os rostos dos estilos de tênis dos anos 70 e 80, podemos dizer que o M2000 foi um dos rostos da última década do século XX.

Neste artigo, visitaremos os anos 90 pelas lentes desse estilo único de calçados que revolucionou o conceito e o uso do tênis no Brasil.

Nós, o designer de calçados Andre Santos e eu, estamos trabalhando em colaboração para trazer de volta alguns estilos clássicos das últimas décadas, e o M2000 é uma escolha natural, pois marcou muitos de nós que vivemos e experimentamos todas as mudanças culturais dos anos 90. Aqui vamos nós então …

Propulsion System Technology Features and Benefits – Recursos e Benefícios da Tecnologia do Propulsion System

O M2000 Propulsion era um tênis fantástico, criado no final dos anos 80 / início dos anos 90 no Brasil e vendeu milhões de pares. Este tênis com aparência futurista era um sapato incrível, cujo colarinho estofado era removível, tornando-o realmente especial. Além disso, ele tinha um Inserto em forma piramidal na sola era um sistema inovador e exclusivo chamado Propulsion.

Quando a Fábrica de Calçados Martiniano de Franca lançou, em 1989, a Linha de Produtos M2000, eles estavam remodelando o modo como os tênis eram desenvolvidos, produzidos e comercializados no Brasil. Um produto de sucesso lançado foi o M2000 Propulsion, que trouxe ao mercado de calçados uma revolução em relação ao sistema de amortecimento da sola.

De acordo com a campanha publicitária, foi uma revolução devido à forma piramidal e ao composto do material da estrutura e peças do sistema de amortecimento. Eles alegaram que era um absorvedor de impacto e um sistema de reforço de energia.

Olhando para todas as fotos disponíveis na web, e com base no que eu me recordo, o meu melhor palpite é que a peça piramidal do solado era feita de Chapas de EVA Termomoldado e inserida bem no meio da sola na área do calcanhar.

Para constar: é claro que inserir uma peça de EVA na área do calcanhar pode trazer algum nível de amortecimento, mas não vejo como esse sistema poderia oferecer todos os benefícios comunicados pelo criador do M2000 Propulsion. Mas o mais importante é que eles tiveram sucesso no mercado com uma ótima campanha e um benefício bem comunicado!

Footwear Terminologies Related to This Topic – Terminologias Calçadistas Relacionadas a Este Tópico:

Os calçados esportivos (Sports Shoes) têm uma variedade incrível de nomenclaturas, dependendo de onde você está em nosso planeta. Alguns são únicos, altamente criativos e outros são nomes comuns que refletem seu uso final. Até agora, nunca havia escrito sobre esse tópico, mas chegou a hora inspirado pelo M2000. Mas lembre-se de que não há certo ou errado sobre a definição precisa de cada nomenclatura.

Sneakers (Tênis) – A história conta que, em 1800, um policial de Londres desenvolveu um sapato com sola de borracha para capturar criminosos em silêncio. Ele chamou sua invenção de Sneaker (Sorrateiro).

O nome derivava do fato de que as solas de borracha dos sapatos os tornavam silenciosos, e em Inglês Sneak significa atuar de forma sorrateira (silenciosa), não oficial ou sem aviso prévio. Ou seja, o tal do tênis era “Sorrateiro”. Verdadeiro ou não, faz sentido e dá alguma pista sobre a origem dessa terminologia.

Sports Shoes (Calçado, Tênis Esportivo) – é um nome genérico para um sapato projetado para atividades esportivas.

Training Shoes (Calçado de Treino) – um sapato projetado para ser usado para treinamento atlético.

Running Shoes (Calçado, Tênis de Corrido) – um sapato leve projetado para uso por corredores. Os tênis de corrida precisam de amortecimento no antepé e no calcanhar para absorver cerca de quatro vezes o seu peso corporal por etapa.

Athletic Shoes (Calçado, Tênis de Atletismo) – é um nome genérico para um sapato projetado para atividades esportivas. Eles eram originalmente mais focados para práticas esportivas, mas hoje são usados muito mais amplamente como calçados casuais.

Soccer Shoes, Soccer Boots, Cleats (Chuteira) – calçado usado para a prática do futebol.

Tennis Shoes (Calçado para Jogar Tênis) – um sapato desenvolvido e adequado para jogar tênis. Varia de acordo com o piso da quadra: quadra dura ou quadra de saibro.

Tracking Shoe (Calçado, Tênis de Trilha) – um tipo de sapato com taxas e, adicionalmente, um salto mais formado para que você possa correr com o pé inteiro. Claro, qualquer tênis esportivo serve para o tracking, dependendo do nível de exigência da trilha.

Hiking Boots (Calçado, Tênis para Fazer Trilhas) – um tipo de bota forte que cobre o pé e o tornozelo, projetada para longas caminhadas no campo.

Gym Shoes (Calçados, Tênis de Ginástica) – são sapatos projetados, principalmente, para esportes ou outras formas de exercício físico, mas atualmente também são amplamente utilizados para o uso diário e casual.

Como podemos ver, a lista seria ainda mais longa, mas tentei listar as mais usadas. Outros nomes seriam:  Gym Boots (Calçado, Tênis de Ginástica), Joggers Shoes (Calçado, Tênis para Caminhas ou Corridas Leves), Trainers Shoes (Calçado, Tênis de Treino), Canvers (Calçados Esportivos Feitos de Lona), etc.

Curiosidades:

No Brasil nós chamamos os Calçados Esportivos de Tênis, pois os primeiros calçados esportivos que vieram para o Brasil, era calçados para a prática de Tênis.

Bem, é hora de nos aprofundarmos nas tecnologias do sistema de M2000 Propulsion

 1- Nubuck Leather – Couro Nobuck (ou Nubuck)

O M2000 foi produzido em vários no seu cabedal (Upper Materials), como couros naturais e sintéticos (Natural and Synthetic Leathers), laminado de PVC, vários tipos de malhas, tecidos etc. (PVC Laminate, Several Types of Meshes, Fabrics, etc,). Uma coisa que recordo sobre o laminado de PVC nos anos 90 é que não era tão flexível como hoje. Em 1990, a maioria dos cabedais de laminados de PVC, após alguns meses de uso de calçados, costumava quebrar ou rasgar (Break or Tear), especialmente na área de flexão (on Flexing Area). Obviamente, os laminados sintéticos evoluíram e melhoraram, significativamente, seu desempenho, como veremos no próximo item.

Footwear Terminologies Related to This Topic – Terminologias Calçadistas Relacionadas a Este Tópico:

Couro Natural (Natural Leather) – há um burburinho, pelo menos no Brasil, sobre o uso de peles verdadeiras na fabricação de calçados, já que os veganos e simpatizantes são contra. Por outro lado, a Associação Brasileira do Couro está promovendo o fato de que, se as peles de couro não forem usadas na fabricação de produtos, as peles teriam que ser despejadas em aterros sanitários (to be Dumped in Landfills). Não estou mencionando isso em razão da discussão sobre comer ou não carne, mas apenas por razões de mercadológicas (Marketing Reasons).

Será bem interessante acompanhar os próximos capítulos desta discussão e ver como ela se desenrola. Especialmente, as fábricas de calçados que produzem calçados de couro tenderão a ser, altamente, impactadas pelo resultado dessa tendência de mercado.

Laminado “Couro” Sintético (Synthetic Leather) – No Brasil, existe uma lei que proíbe aplicar ao laminado sintético a nomenclatura de “couro sintético“. Portanto, se você faz negócios com a venda de laminados sintéticos no Brasil, evite essa nomenclatura em seu portfólio de produtos. Use apenas a nomenclatura Laminado Sintético (Synthetic Laminate).

2- Soft Skin Leather – Couro Macio ou de Acabamento Macio ou Peles Macias

Na realidade, o Soft Skin Leather (Couro Macio) é um guarda-chuva gigante para vários tipos de couros de pele macia. Alguns tipos de couro adotados pela categoria são: couro de bezerro (Calfskin), couro de cabra (Kidskin), couro anilina (Aniline Leather), couro pigmentado (Pigmented Leather), couro pigmentado de flor integral (Full-grain pigmented leather), couro de flor integral (Top-grain Leather) e outros.

Couro Real é melhor que o Imitação de Couro?

Is Real Leather better the Imitation Leather?

Atrevo-me a dizer que couro legítimo, e couro sintético ou imitação de couro têm, atualmente, um desempenho semelhante em relação à resistência (Strength), flexibilidade (Flexibility), desgaste (Wearability), respirabilidade (Breathability), e todas as outras características necessárias para a indústria de calçados e para os requisitos de desempenho dos consumidores em geral.

Também me atrevo a dizer que, em alguns casos, o couro sintético é ainda melhor quando comparado ao real. Mas, é claro, é uma questão de que tipo de design de sapato e proposta de mercado para decidir em que direção seguir.

A propósito, em 2014, um Grupo de Investidores desenvolveu e lançou uma Nova Coleção do M2000 (a New Collection of M2000), e os Couro Real e Imitação (Real and Imitation Leather) foram usados como materiais no cabedal.

Em síntese, todas as marcas de calçados de primeira linha (Footwear Global Tier 1 Brands) do mundo usam couros reais e sintéticos em seus produtos, e até produtos sofisticados e de luxo fazem o mesmo. Algumas empresas comercializam seus produtos como “couro legítimo” (Real Leather) para torná-los memoráveis e sofisticados, enquanto outras empresas comercializam seus produtos como “têxtil sintético altamente avançado” (Highly-advanced Synthetic Textile) pelos mesmos motivos.

Portanto, tudo depende da qualidade dos materiais e de como a empresa / marca deseja comunicá-lo para determinar se suas coleções de calçados têm uma estratégia de mercado de baixo custo (low-end) ou alto custo (high-end). Claramente, é possível comercializar seus produtos nas duas direções, independentemente de você usar Couro Legítimo ou Sintético.

3- Rubberized Piece with Logo – Peça Emborrachada com Logotipo

A nomenclatura “Borracha ou emborrachado” (Rubber or Rubberized) é uma nomenclatura genérica aplicada a vários outros compostos e misturas (Blendas) à medida que “se parecem e tem o toque da borracha” (Look and Feel) como a Borracha Verdadeira (Real Rubber Material) devido à sensação do toque da superfície de borracha e por serem tão flexíveis quanto a borracha.

Mas muitas peças não são necessariamente feitas de compostos de borracha verdadeira. Seria melhor chamá-los de peças de elastômeros (Elastomers Pieces or Parts), mas também concordo que soaria muito técnico ou químiquês e não cobriria todos os tipos de compostos aplicados às aos cabedais dos sapatos e às peças de acabamento.

Footwear Terminologies Related to This Topic – Terminologias Calçadistas Relacionadas a Este Tópico:

Elastomers (Elastômero) – um polímero natural ou sintético com propriedades elásticas. A palavra elastômero é do termo “polímero elástico”. O elastômero é um material emborrachado (Elastomer is a Rubbery Material) composto de moléculas ou polímeros semelhantes a cadeias longas que possuem a capacidade de retornar à sua forma original após serem esticados (stretched), mesmo em grandes extensões.

Os compostos mais utilizados nos cabedais dos calçados e que se parecem com borracha são: Poliuretano – PU (Polyurethane – PU), poliuretano termoplástico – TPU (Thermoplastic Polyurethane – TPU), cloreto de polivinil – PVC (Polyvinyl Chloride – PVC) e, é claro, borracha sintética e natural (Synthetic and Natural Rubber)

4- Rubberized Piece (Velcro Function) – Peça Emborrachada (Função Velcro)

Você sabia que o velcro, um tipo de prendedor de tecido, foi inspirado pela natureza? Na década de 1940, o inventor suíço George de Mestral passeava com seu cachorro (was walking his dog) quando notou a forma interessante dos Cockleburs (uma das espécies de Carrapicho) que aderiam ao tecido de suas calças. Os Cockleburs (Carrapichos) que o inventor encontrou cresceram em uma série de formas naturais de ganchos (Hooks) que podiam aderir a animais ou pessoas que passavam por eles.

Footwear Terminologies Related to This Topic – Terminologias Calçadistas Relacionadas a Este Tópico:

Velcro Invention (Invenção do Velcro) – em 1940, pelo Suíço George de Mestral.

Velcro Raw Material (Matéria Prima do Velcro) – é feito de Nylon.

Nylon Raw Material (A Matéria Prima Nylon) – O nylon é uma designação genérica para uma família de polímeros sintéticos, à base de poliamidas alifáticas ou semi-aromáticas.

Nylon Invention (Invenção do Nylon) – embora o nylon tenha sido sintetizado pela primeira vez em um laboratório da DuPont Chemicals em 28 de fevereiro de 1935, só ficou disponível ao público até 1940.

5- Cotton Shoelace – Atacador de Algodão

A variedade de materiais utilizados nos cadarços é bastante ampla. Em geral, para calçados esportivos, como é o caso do M2000, o poliéster (Polyester) é o mais utilizado.

Mas achamos que, para a primeira geração do M2000 no final dos anos 80, foram utilizados Atacador de Algodão (Cotton Laces) ou mesmo uma mistura de algodão com fibra de fios sintéticos (Cotton with Synthetic Fiber Yarns) para reforçá-los.

Claramente, os tênis M2000 usaram cadarços (Shoelaces)e tiras de borracha com velcro ajustáveis (Adjustable Velcro Rubberized Straps) para promover um melhor ajuste ao usá-lo.

Certamente, ele também possui mais do que aspectos funcionais e, sem dúvida, eles aprimoraram o design desse estilo único de sapato com essa combinação de fechos e prendedores de calçados (Footwear Closures and Fasteners).

6- Binding – Debrum

Conforme mencionado no artigo do Kichute, os Debrum são particularmente úteis como alternativas para o acabamento das bordas (Edges Finishing). Se você quiser aprender um pouco mais sobre o acabamento de bordas, sugiro dar uma olhada no último artigo – clique no link abaixo:

Kichute – Put This Power On!

7- Rubberized Insert with Logo – Inserto Emborrachada com Logotipo

Com certeza o M2000 tinha um logotipo que o distinguia e o diferenciava de outras marcas. Ainda hoje é vívido em nossas mentes e somente olhando para o “M com o Raio Relâmpago” (M with the Lightning Ray) viajamos de volta aos anos 90. Eu penso que o criador do M2000 teve uma grande sacada quando desenvolveu o logotipo da marca (Brand Logo).

Por que o M2000? Eu tenho alguns palpites, e aqui vão eles …

Why M2000? I have a few guesses, and here they go…

Eu realmente não sei o significado do “M” e ainda não o encontrei na web, mas como o nome da empresa era Martiniano, estou assumindo que o “M” veio dele.

Também não sei por que 2.000, mas como eles estavam nos anos 90, também suponho que, usando o número 2.000, a intenção era projetar o “Futuro à frente” (Future Ahead) e mostrar o quão futuristas eram seus produtos (show how futuristic their products were).

Suponho que o Raio Relâmpago deveria significar Velocidade, Movimento, Agilidade, Evolução e todos os outros significados possíveis em torno deste Símbolo Energético e Poderoso.

Suponho que o Raio Relâmpago (Lightning Ray) deveria significar Velocidade (Speed), Movimento (Movement), Agilidade (Agility), Evolução (Evolution) e todos os outros significados possíveis em torno deste Símbolo Energético e Poderoso (Energetic and Powerful Symbol).

8- Removeable Ankle Piece – Peça Removível do Colarinho (Tornozelo)

Essa foi uma grande característica desse calçado, pois ao remover essa parte do cabedal, os usuários finais podiam personalizar e adaptar seus tênis a diferentes condições de uso e clima. Os clientes podem ir de um calçado do tipo top de cano alto (High Topline Boot-Type-Sneaker) para uma calçado de cano baixo ou regular (Low Heel or Regular Sneaker).

A curiosidade sobre o desenvolvimento do M2000 vs. a Inspiração no Le Coq Sportif:

Curiosity about the Development of M2000 vs. Le Coq Sportif Inspiration:

De acordo com um amigo do mercado de calçados e uma rápida pesquisa que fiz na web, parece que a coleção M2000 (M2000 Collection), desenvolvida em 1989, foi inspirada nos produtos da Le Coq Sportif do final da década de 80. Bem, eu sugiro que você faça a sua própria pesquisa na web e decide por si mesmo, mas acredito, firmemente, que o M2000 foi inspirado nos modelos da Le Coq Sportif.

9- PVC Lace Tab

O PVC é um dos materiais (compostos) mais usados nas passadores dos atacadores, outras opções são poliuretano PU, ligas metálicas (Metal Alloy), couro, etc.

Footwear Terminologies Related to This Topic – Terminologias Calçadistas Relacionadas a Este Tópico:

Tab (Aba) – uma pequena aba ou tira de material presa ou projetada a partir de algo, usada para segurá-la ou manipulá-la ou para identificação e informação.

 10- Foam Pad Parts – Peças e Partes Estofadas / Almofadadas

O Criador do M2000 Propulsion usou e abusou das peças estofadas (almofadadas) neste modelo e, provavelmente, está totalmente relacionado ao fato de que a empresa queria promovê-la como um produto macio, confortável, protetor de tornozelo, absorvedor de impacto e impulsionador de energia (Ankle Protective, Impact Absorber and Energy Booster).

Footwear Terminologies Related to This Topic – Terminologias Calçadistas Relacionadas a Este Tópico:

Foam (Espuma) – Os compostos mais utilizados na indústria de calçados são as espumas PU, Látex e EVA (PU, Latex, and EVA Foams).

Pad, Padding (Estofado, Almofadado) – preencher ou estofar (algo) com um material macio para obter uma forma específica, proteger seu conteúdo ou torná-lo mais confortável.

The M2000 Dream Came to an End in 1997 – O sonho do M2000 chegou ao fim em 1997

Infelizmente, de acordo com um jornal de Franca – SP em 1997, a indústria de calçados Martiniano fechou suas portas. Aparentemente, devido a uma crise financeira. É uma pena, mas é mais comum do que geralmente pensamos sobre empresas que são bem-sucedidas de uma hora para a outra no mercado, em especial, com o lançamento bem-sucedido e meteórico de produto, como foi o caso da Coleção M2000.

Certamente, existem muitas razões para uma empresa fechar as portas, mas crescer muito rapidamente e num curto espaço de tempo, por mais paradoxal que possa ser, coloca a empresa sob extrema pressão, e a demanda por uma curva de aprendizado de altíssima velocidade pode leva-la ao encontro das pedras.

Happily, for us, Consumers M2000 has been part of our ‘90s and those memories will be with us for as long as we live!

Felizmente, para nós consumidores, o M2000 fez parte dos nossos anos 90 e essas memórias estarão conosco enquanto vivermos!

, , , , ,